Menos "me faça feliz", mais "eu sou feliz"…

 E se nossa visão de como deve ser um relacionamento ideal for uma farsa? E se tudo aquilo que sonhamos desde criança for apenas um método de controle da nossa vida? Toda menina sonhava em entrar numa igreja usando um vestido de noiva branquinho. Todo menino é criado para ser o dono de um lar. Toda novela nos mostra que precisamos de uma alma gêmea para sermos plenos e completos…
 Eu venho de um ciclo de 6 anos de relacionamentos frustrados. Eu fui traída, humilhada em público, passada para trás, ouvi desaforos, tive que me submeter à vontades, fui abandonada e uma série de outras coisas. No entanto, ainda assim, no fundo do meu ser, tenho a sensação de que eu preciso de alguém para ser completamente feliz…

 Mas e se isso não for verdade? Afinal, como eu posso querer fazer alguém feliz se eu não me faço feliz? Ok, ok, não sejamos cem por cento moralistas: é bom termos “alguém”, uma pessoa que consideremos especial ao nosso lado. Alguém que não apenas nos faça bem, mas o qual possamos fazer bem. Só que, hoje, eu não consigo imaginar como podemos ter outra pessoa, sem antes termos a nós mesmos. Sempre associamos que, quando uma pessoa está namorando ela está feliz. Ponto. Mas será mesmo assim? Como disse meu amigo Guilherme: “é impossível julgarmos se o fundo de um lago é limpo olhando apenas sua superfície”. Ainda assim, mantemos grudada na cabeça essa ideia: ser feliz é ter alguém, precisamos de alguém que nos faça feliz.
 Eu sei que algumas pessoas que, por ventura, venham a concordar comigo, complementarão meu argumento com “e nós sempre temos nossos amigos”… Concordo, concordo e concordo. No entanto, como disse A Professora Muito Maluquinha (livro de Ziraldo) “tem um tipo de felicidade diferente das outras que temos que correr atrás”. Isso é fato: seu namorado pode ser seu melhor amigo, mas ainda assim amizade e namoro/casamento são relações diferentes. São formas de amar diferente. Da mesma forma que você ama seus pais de um jeito diferente que você ama seus irmãos e que por sua vez é diferente do jeito que você ama seus amigos. Mas mesmo nesse caso, ainda estamos depositando nossa felicidade em alguém.
 Na realidade, ser feliz vai além de outras pessoas. Ser feliz depende de nós mesmos, e quanto mais acharmos que precisamos de um outro alguém para nos fazer felizes, mais infelizes seremos. Nós somos importantes demais para depositarmos todas as coisas boas que merecemos em terceiros. É responsabilidade demais. Devemos parar de tornar nossas vidas um produto. Temos que parar de “novelizar” nossa vida. Temos altos e baixos, temos coisas boas e ruins, e temos que encarar isso por conta própria, temos que nos fazermos felizes antes de querermos fazer alguém feliz, ou até mesmo de querer que outra pessoa nos faça feliz. Sempre queremos alguém para ser o “salvador da nossa pátria”, mas essa pessoa não existe, nós mesmos temos que ser nossos salvadores.

 Apesar de ter tomado consciência disso, eu ainda tenho minhas inseguranças. Ainda tenho meus medos. Meus receios. Infelizmente, eu me tornei um tipo de pessoa que sempre quis evitar. Por mais que eu goste de uma pessoa, tenha apego e carinho por ela, quando eu me deparo com uma situação a qual seja similar à uma situação passada, eu travo, sou grosseira, estouro… Como uma pessoa pode nos despedaçar, não é mesmo? No entanto, dessa vez eu devo fazer diferente. Não devo esperar que alguém junte meus pedaços: eu mesma devo fazer isso. Eu não posso fazer as pessoas que amo felizes se eu não for feliz. Eu não posso desejar me me façam feliz: eu devo fazer isso, por mim.

Anúncios

Vamos conversar! Deixe seu comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s