Sobre

12392056_1102027846475376_6544914104439406321_nTratando em termos técnicos, sou uma pessoa de 22 anos, com 1,53 metros de altura e 45,5 quilos, que por mais que já seja uma mulher ainda se considera uma menina. Sou Vassourense, filha do meio de três, formada como professora do primeiro segmento do Ensino Fundamental, cursei três períodos de História, mas fui para minha paixão verdadeira e hoje sou estudante do sétimo período de Psicologia pela Universidade Federal Fluminense e também brinco de ser fotógrafa. Tenho miopia e astigmatismo, pele acnosa, caninos lindamente acavalados e uma bronquite que quando ataca me tira o fôlego (ba tun tusss). 95% dos meus amigos são homens e, como disse um amigo meu há muito tempo atrás, “eu sou uma menina que gosta de coisas de meninos” exceto pelo fato de ser heterossexual.

12363122_1100710586607102_959444739924632696_oJá em termos mais adjetivais, sou uma pessoa emocionalmente instável e sentimentalmente histérica. Tem dias que tenho vontade de chorar por nada e necessito de um abraço para não surtar, assim como tem outros que eu quero mesmo é ficar sozinha e que o mundo se exploda. Tive a melhor criação do mundo, por que meus pais assistiam desenhos animados comigo (animes inclusos), me ensinaram a amar Queen, Led Zeppelin, rock em geral e todo o tipo de música boa e me viciaram em ficção científica através das horas contínuas na frente da televisão assistindo Star Trek como programa de família. Mamãe sentava comigo e meus irmãos para assistirmos Toonami e achava o InuYasha uma gracinha e papai jogava Tomb Raider com minha irmã mais velha e eu, e sempre me fazia chorar quando dava susto em nós duas e falava que ia largar a mamãe para se casar com a Lara Croft. A propósito, papai também joga Minecraft, enquanto meus irmãos e eu conversamos com ele e mamãe sobre nerdisses aleatórias e coisas da vida.

11906793_1047101988634629_5663838068589293848_oSe existe algo mais baixo que eu no mundo, esse algo é a minha auto-estima, por que eu me acho a pessoa mais feia e esquisita do mundo. Também tenho um ânimo beirando a zero, tendo milhares de projetos geniais na gaveta, e nunca tendo conseguido finalizar nenhum. Por essas e outras prezo muito os amigos que tenho, por que eles me fazem continuar a seguir em frente a cada dia. Detesto chorar em público, por isso, se alguém já me viu chorando, é por que confio minha vida nessa pessoa. Eu falo demais, além de ter uma voz irritantemente aguda e super alta, o que me levou ao título de megafone da minha classe. Sou muito intensa, mas também muito extremista: quando gosto, gosto muito e quando não gosto, preciso sambar muito para mudar de ideia. Não acredito em amor a primeira vista, mas sim na pessoa certa, na hora certa e no lugar certo, você, por acaso estava lá. Porém acredito sim no amor e nas suas diversas formas.

12194586_1084672698210891_633899626443320047_oApesar de eu amar a cultura japonesa como um todo e ter muitos vícios americanos e europeus, eu valorizo por demais as coisas do meu país, só não me peça para gostar de funk, axé, sertanejo universitário e essas coisinhas ruins. Escuto o rock nacional do RPM, Cazuza, Legião Urbana, Kiara Rocks, sertanejo bom do Leandro e Leonardo, Victor e Léo, MPB e essas outras coisas bonitas de se ouvir. Sou muito prática, e realmente acho que a vida não seja difícil, que somos nós quem complicamos tudo, por isso não tenho paciência para gente que quer florear decisões importantes. Apesar de ser patriota, quero realmente morar um tempo na Alemanha, por que eu amo o idioma, o local e a cultura. Falando em viagem, o sonho máximo da minha vida é colocar uma mochila nas costas – apenas com o essencial -, pendurar minha câmera no pescoço, colocar minha toalha no ombro e sair viajando por aí, sem rumo, dormindo em albergues e conhecendo todo o tipo de gente e lugar.

10557745_915222328489263_234921694752951474_oEu adoro ler, mas sou muito chata com o tipo de livros que vou adquirir, por que eu já tenho meus autores e tipos de histórias favoritos bem definidos, gosto de Anne Rice, Tolkien, e curto livros como Harry Potter, biografias, histórias medievais e contos de fada. Também sou apaixonada por musicais, tendo Os Miseráveis e O Fantasma da Ópera como meus favoritos e espero poder ver essas peças algum dia.

Não sei falar sobre mim, mas acho que me descrevi bem bom, se quiser me acompanhar fora do blog, é só me seguir numa das redes sociais ou me contactar por email. Por mais que eu não costume adicionar desconhecidos nos meus perfis pessoais, eu adoro bater bons papos com pessoas diferentes, então é só você não ser um lelek v1d4 l0k4 que a gente vai se entender super bem.

No mais, espero que a força esteja com vocês e que tenham vida longa e próspera!